Histórias e inspiração

O robô corta-relva Automower® vai superar o corte convencional?

"Será muito interessante ver os resultados. O Automower® pode fazer a diferença num campo de futebol? Se for esse o caso, quais são os benefícios?" A citação é de Simeon Liljenberg, principal responsável pelo relvado no estádio nacional de futebol da Suécia, a Friends Arena. Os resultados que Simeon prevê serão provenientes de um teste que está prestes a ser realizado, em que um campo será cortado por um robô corta-relva Automower® profissional numa metade e por um trator corta-relva rotativo na outra metade. Qual das máquinas irá produzir o melhor relvado de futebol?

"O corte da relva é muito importante para um campo de futebol saudável"

O desafio de corte ocorre ao longo de três meses no campo do clube de futebol Månsarp IF, nos arredores de Jönköping no sul da Suécia. Um robô corta-relva Automower® 550 corta metade do campo, enquanto um corta-relva rotativo corta a outra metade. Este último é o tipo de corta-relva mais comum na grande maioria dos campos da Europa (exceto nos clubes de futebol de nível mais elevado, onde os corta-relvas cilíndricos são frequentemente utilizados). "O corte de relva contínuo é uma parte muito importante da manutenção de um campo saudável, o que torna o Automower® numa escolha interessante. Dado que o robô corta-relva utiliza lâminas afiadas, é quase como cortar com uma tesoura. Como é que tudo isto irá afetar a qualidade da relva?" pergunta Simeon Liljenberg.

Automower sports content - story 1 photos

Resultados visíveis e invisíveis

A Husqvarna está a realizar o teste em cooperação com Liljenberg, que está envolvido na sua conceção. Simeon irá monitorizar e avaliar atentamente o teste em conjunto com Michael Axelsson, especialista em produtos no departamento de corte de relva robotizado da Husqvarna.  As câmaras serão instaladas para filmar continuamente enquanto o robô corta-relva e o corta-relva rotativo cortam a relva de cada lado, para mostrar os efeitos que as duas técnicas de corte têm no campo. "Também mediremos vários 'valores ocultos' importantes, como profundidade da raiz, tração, cobertura da relva, largura da folha, compactação do solo, tempo de trabalho, consumo de energia, e também como a qualidade da relva afeta a distância de rolamento e a altura do ressalto da bola", afirma Michael Axelsson.

Calculadora de ROI

Descobrir quando o Automower® compensa

Calculadora de ROI automática
Automower sports content - story 1 photos

Série de artigos sobre relva desportiva

"Estou muito entusiasmado com o teste e com os resultados, para saber se existem sinergias: se as raízes se tornaram mais longas, a relva mais saudável e assim por diante. Em termos práticos, saber o efeito que o Automower® pode ter na qualidade da relva", afirma Simeon Liljenberg com entusiasmo. O teste também será utilizado para iniciar uma série de artigos que exploram detalhadamente o que torna a relva desportiva perfeita. Juntamente com Simeon, a Husqvarna pretende partilhar os conhecimentos e inspirar os clubes de futebol a criarem os melhores campos de futebol possíveis. "Estou ansioso por partilhar o que aprendi ao longo dos anos a trabalhar no setor de relvado desportivo", afirma Simeon, acrescentando: "É possível obter resultados fantásticos com medidas básicas e tornar praticamente qualquer campo de futebol tão bom como um campo adequado para um campeonato de topo."

Acerca de Simeon Lilienberg
  • Onde vive: Na pequena cidade de Nossebro, a nordeste de Gotemburgo, na Suécia, com a sua esposa e dois filhos.
  • Educação: Gestão de relva na Universidade de St Andrews, Escócia.
  • Profissão: Especialista em relva desportiva.
  • Tarefas especiais: Simeon é o principal responsável pelo relvado no estádio de futebol nacional sueco, a Friends Arena. É também consultor de campos da Federação Sueca de Futebol, inspecionando e aprovando os campos utilizados na principal liga de futebol da Suécia.
  • Equipa de futebol favorita: Tottenham Hotspur FC, Londres, Reino Unido.
Automower sports content - story 1 photos

Três perguntas rápidas

O que o levou à manutenção de relva desportiva profissional?
"Ajudava como instrutor num clube de golfe e não estava satisfeito com a forma como o responsável pelo tratamento do relvado cuidava do campo. Essa experiência fez-me interessar por saber como gerir melhor a relva desportiva."

Qual é a melhor parte do trabalho?
"A grande variedade – tudo, desde a verificação de sementes e do solo a trabalhos mecânicos em máquinas. Também gosto de passar muito tempo ao ar livre, a trabalhar com a natureza – e não contra ela."

E como é ser responsável principal pelo tratamento do relvado na Friends Arena?
"Sempre me interessei por futebol, por isso, é uma verdadeira honra. Eu e a minha equipa temos de trabalhar contra o relógio, mas gosto muito do ambiente e de encontrar rapidamente soluções boas e sustentáveis."