Quando a silvicultura é a segunda natureza


Motosserras Husqvarna - potenciadas pelos nossos utilizadores desde 1959

O nosso desejo de nos adequar às reais exigências dos profissionais florestais estimulou-nos a criar algumas das melhores e mais inovadoras motosserras do mundo.

Husqvarna 90 – a primeira motosserra Husqvarna, lançada em 1959

Quando esta motosserra estava a ser desenvolvida, um dos requisitos para os engenheiros de produto era reduzir significativamente o nível de ruído. O departamento de produção achou que o silenciador existente "parecia muito complicado". Então, os engenheiros de produto foram à oficina de chassis da Husqvarna, onde foram feitos chassis para as motos e ciclomotores da empresa. A destreza em dobrar tubos tornou possível realizar um novo design para os silenciadores. Em novembro de 1959, a Husqvarna 90 foi apresentada, uma motosserra com níveis de ruído que eram metade dos da concorrência. 

 

Husqvarna 65, lançada em fevereiro de 1966

O primeiro protótipo do Husqvarna 65 era muito pesado. "Não podemos colocar esta serra em produção", disseram os engenheiros. Após mais trabalho na serra, o centro de gravidade foi aproximado das pegas e o peso da barra foi reduzido. A motosserra não foi apenas uma inovação em termos de conveniência, também era muito potente e confiável. Depois de testar uma, um distribuidor canadiano exclamou: "Vou deitar fora as minhas marcas antigas de motosserra - agora vamos colorir a floresta de laranja!"

 

Husqvarna 180 – lançada na Feira Elmia, ao pé de Huskvarna, em 1969

Em 1969, os engenheiros de produto da Husqvarna foram contratados para desenvolver uma motosserra completamente nova a ser lançada na Feira de Elmia, uma grande feira florestal nos arredores de Huskvarna. Eles tiveram um ano para se preparar. Outros projetos foram deixados de lado e todos os recursos disponíveis estiveram focados no desenvolvimento de uma motosserra segura e conveniente. Os engenheiros de produto quase não tiveram folga no Natal e no Ano Novo, mas a serra foi concluída a tempo. A Husqvarna 180 foi um enorme sucesso, impulsionando as exportações para o continente norte-americano. Enquanto isso, o sistema de amortecimento de vibrações foi tão bem-sucedido que o chefe de design foi convidado a dar uma palestra na Universidade de Dundee, durante uma conferência sobre ferimentos relacionados com vibrações.

 

Husqvarna 162 – lançada em 1975 na Suécia e na Finlândia

Depois de tornar as motosserras mais silenciosas, leves e com melhor amortecimento das vibrações, os engenheiros da Husqvarna voltaram seu foco para a segurança. O uso de uma motosserra pode ser perigoso, e os madeireiros geralmente sofrem ferimentos graves. Em resposta, a Husqvarna 162 foi desenvolvida, uma serra completamente moderna com menos peças, um sistema de ignição eletrónica e, talvez o mais importante, um travão de corrente automático. A inovação reduziu drasticamente o número de acidentes. De facto, a fábrica de Huskvarna recebeu uma carta de uma empresa florestal, agradecendo à Husqvarna por salvar vidas com a nova motosserra.

 

Husqvarna 133 – lançada em 1981

Da primeira Husqvarna 90 à atual 572 XP®, a Husqvarna usou muitas combinações de números para nomear motosserras ao longo do último meio século. Às vezes, os números assumem significados próprios. Após o seu lançamento em 1981, a Husqvarna 133 tornou-se muito popular no Japão - muito mais do que a Husqvarna 444 ou outras motosserras com o número 4 no nome. Tradições em muitas culturas asiáticas associam o número 3 ao amor, enquanto 4 está associado à morte. Felizmente, a Husqvarna produz motosserras relativamente seguras! Enquanto isso, foram as pegas aquecidas da serra que receberam o amor dos trabalhadores florestais no norte da Europa.

 

Husqvarna 50 Rancher – a primeira serra multiusos, lançada em 1982

Os proprietários de terras precisavam de uma serra simples e robusta, extremamente confiável. A Husqvarna atendeu à exigência com a 50 Rancher. A primeira serra Husqvarna construída para uso geral, tornou-se imensamente popular entre agricultores e proprietários de florestas nos Estados Unidos. O nome "Rancher" ficou tão conhecido que muitos clientes entraram na loja e pediram para comprar "uma serra Rancher", sem saber que era uma Husqvarna de que estavam a falar. Embora tenha sofrido inúmeras melhorias, a motosserra continua em produção até os dias de hoje, agora chamada 55 Rancher. Husqvarna 55 Rancher, convém recordar.

 

Husqvarna 154 – no mercado em 1983

A 154 completou a gama de motosserras profissionais da Husqvarna. Lançada na conferência global de vendas da empresa na Suécia, foi exibida cortada transversalmente, permitindo que os participantes inspecionassem os seus detalhes técnicos e inovações. A motosserra cortada pela metade foi um sucesso, e mostras semelhantes foram usadas para impulsionar as vendas em todo o mundo. As encomendas dispararam em países como o Canadá, a Rússia, a Checoslováquia e o Reino Unido.

 

Husqvarna 262 XP® – a primeira serra com Air Injection, lançada em 1989

A Husqvarna tem uma história de orgulho quando se trata do Campeonato Mundial de Lenhadores. O concurso é realizado a cada dois anos, atraindo competidores individuais e nacionais de cerca de 30 países. Existem cinco eventos: derrube de árvores, montagem de outra corrente, derrube por corte combinado, corte de precisão e desrrame. A Husqvarna ganhou medalhas de ouro na classe individual sete vezes. A Husqvarna 262 XP®, foi usada por Vasile Babata da Roménia quando ganhou o Campeonato Mundial de Lenhadores em 1994.

 

Husqvarna 394 XP® – a novidade de 1991

As máquinas de testes da Husqvarna 394 XP® estavam programadas para serem transportadas para lançamentos simultâneos nos Estados Unidos e na Nova Zelândia. O horário era extremamente apertado e as motosserras não estavam prontas até uma determinada manhã de sábado - quando os portões da fábrica estavam trancados e não havia transporte de saída. Por meio de uma operação de contrabando de última hora através de um táxi em espera, as motosserras chegaram a seus destinos a tempo. Como resultado, os lançamentos foram um sucesso. A Husqvarna é bem-sucedida no mercado de exportação desde o final da década de 1960. Hoje, 95% de todos os produtos são exportados e a empresa é representada por 18 mil revendedores em quase 100 países ao redor do mundo.

 

Husqvarna 335XPT – a primeira motosserra especializada para arboristas, lançada em 1997

Uma das motosserras profissionais mais estimadas da Husqvarna também é a mais pequena. A Husqvarna 335XPT foi a primeira serra a ser desenvolvida especificamente para o cuidado de árvores em cidades, jardins e outras áreas desenvolvidas ou habitadas. O trabalho de um arborista é garantir que as árvores permaneçam seguras, bonitas e saudáveis. Graças a motores compactos e pesos muito baixos, as motosserras de arboristas da Husqvarna têm a confiança de arboricultores em todo o mundo.

 

Husqvarna 346XPG – a primeira motosserra com um cilindro com fecho de pressão, a novidade de 1999

A Husqvarna 346 foi colocada à venda na primavera de 1999. As motosserras eram populares devido à sua alta eficiência e baixas vibrações. Em 2001, foi lançada a 346XPG, uma variante do TrioBrake™. O TrioBrake™ permite que o travão da corrente seja ativado com a mão direita, reduzindo o risco de lesões e promovendo uma posição de trabalho mais ergonómica. Assim como um sistema integrado de reduçãoede vibração e o travão de corrente ativado por inércia, o TrioBrake™ tem o potencial de se tornar um novo padrão da Husqvarna.

 

Husqvarna 572 XP® – a motosserra mais avançada do mundo



A primeira motosserra da Husqvarna foi lançada em 1959 e era preta e laranja. Os produtos Husqvarna são alaranjados desde então. Em 2019, comemoramos 60 anos como fabricante de motosserras. Como resultado das exigências impostas a nós pelos trabalhadores florestais profissionais, temos a melhor linha de motosserras do mundo. O que  pode esperar das motosserras Husqvarna nos próximos 60 anos? Não nos pergunte - pergunte aos nossos clientes.

Só sabemos qual será a cor.

Artigos relacionados